skip to Main Content
Desenvolvedor De Software Ganha Dinheiro?

Desenvolvedor de software ganha dinheiro?

Desenvolvedor de software

Se você busca se tornar um desenvolvedor de software, então, este post é para você! Separamos algumas dicas valiosas para você ter sucesso.

Trabalhar com desenvolvimento de software pode sim ser algo rentável para o programador. Podendo assim atuar como autônomo ou trabalhando para alguma empresa de software.

Uma pesquisa feita pela Gartner mostra que a tendência nesse setor, é que 81% dos programas baixados por consumidores sejam gratuitos, porém o mercado irá movimentar bastante com um crescimento de US$15,1 bilhões com os pagos.

Entenda que a maior parte dos softwares possuem um tempo de gratuidade, alguns desses tem versões Plus ou tempo de teste. Depende de cada caso e de cada empresa. Mas todos eles têm um único intuito: vender o programa e suas funções, obviamente.

Ficou interessado? Então conheça algumas maneiras de ganhar dinheiro com programas gratuitos em lojas de aplicativos sendo um desenvolvedor de software.

Propaganda

Com um programa já pronto, o desenvolvedor irá incluir no código do programa scripts que mostram propagandas durante a execução do aplicativo. Os mais conhecidos no ramo são o Admob do Google e iAD da Apple.

Quando o criador do aplicativo usar um desses sistemas, todas às vezes que o consumidor clicar na propaganda, durante a execução do aplicativo, ele ganhará uma porcentagem, normalmente centavos de dólar.

Para que você tenha uma noção, o aplicativo Sorte, do desenvolvedor Fingertips, mostra combinações para jogadores apostarem na loteria, isso após chacoalhar o celular.

Muito interessante para apostadores, assim que eles abrirem o aplicativo terá um logo no início da tela, lá está presente um banner com uma propaganda. De forma sutil, mas que para usuário, obviamente chamará a atenção.

Patrocinadores

Investidores podem fazer a diferença para seu bolso no mercado de software.

Os mais comuns neste mercado são conhecidos como angel (anjo), que investem na empresa ou no desenvolvedor, mesmo que no início não seja tão lucrativo, mas eles acreditam no projeto e que ele pode dar retorno.

Um bom exemplo é o Instagram, um software para compartilhamento de fotos e que adiciona filtros às imagens. O app funciona como uma rede social e é gratuito. O “pontapé” inicial contou com o apoio de dois investidores, Mike Krieger e Kevin Systrom, que acreditaram no projeto.

Depois de receber incentivo financeiro de vários investidores, o negócio cresceu e, hoje, é um modelo de empreendimento lucrativo com investimentos na casa dos milhões.