BLOG

Início » Blog » Ficou irregular no IRPF 21?

Ficou irregular no IRPF 21?

Após o fim do prazo de entrega do Imposto de Renda 2021, já é possível saber se o contribuinte caiu na malha fina ou não. O trabalhador que cometeu algum erro ao informar os dados à Receita Federal consegue fazer a consulta no e-CAC, que é o centro de atendimento virtual do órgão.

Para isso, é preciso ter senha de acesso. Quem ainda não tem a senha e o código consegue criá-los ao informar os recibos do IR de 2020 e 2021. Quem está declarando pela primeira vez informa apenas o recibo deste ano. Outra opção é usar a senha do gov.br. Veja o passo a passo abaixo.

Ao entrar no e-CAC, no site da Receita, o contribuinte deve acessar “Meu Imposto de Renda”, acima, do lado esquerdo da tela, em “Serviços em Destaque”. Na página seguinte, irá aparecer a linha do tempo das declarações entregues. Na de 2021, haverá a informação que ajudará a identificar se o documento enviado caiu na malha fina.

Quem está com tudo em dia verá a mensagem “Em fila de restituição”. Segundo a Receita Federal, isso significa que o IR está correto. “Quando a declaração está com o status ‘Em Fila de Restituição’ não há mais nenhuma pendência”, informa o fisco, em nota. Quando a grana for paga, será informado que a declaração foi “Processada”.

Segundo a Receita Federal, ao todo, o órgão recebeu 34,1 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física 2021, ano-base 2020. Somente no estado de São Paulo, segundo a regional da Receita em SP, foram entregues 10,9 milhões de declarações.

O auditor-fiscal José Tostes, secretário especial da Receita, disse que a entrega do IR 2021 ocorreu “dentro da normalidade e sem intercorrências”. Quem não declarou o imposto no prazo pode enviar o documento, mas há multa mínima de R$ 165,74. Já quem cometeu algum erro pode enviar uma declaração retificadora.​

Como fazer a consulta | Malha fina

O contribuinte já pode fazer a consulta para saber se caiu na malha fina do Imposto de Renda 2021
A Receita informa se há algum erro que precisa ser corrigido; a consulta é feita pelo extrato do IR.

Como acessar o extrato

É preciso ter acesso ao portal e-CAC, que é o centro virtual de atendimento da Receita
Para isso, o contribuinte precisa criar uma senha de acesso. Também é possível utilizar a senha do portal gov.br

Consulta

Acesse o site da Receita. No centro da tela, no terceiro quadro, clique em “Portal e-CAC”
Se já tiver senha, informe-a; caso contrário, terá de criar uma para criar a senha, na página inicial, vá em “Saiba como gerar o código de acesso”. No quadro “Pessoas Físicas”, escolha a opção 1 “Acesse aqui para criar o código”. Depois, siga o seguintes passos: informe CPF e data de nascimento; marque que não é um robô e vá em “Avançar”; em seguida, preencha os números dos recibos das duas últimas declarações; crie a senha e, por último, vá em “Gerar código”. Ao entrar no e-CAC, do lado esquerdo da tela, acima, em “Serviços em Destaque”, vá em “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”. Na página seguinte, aparecerá, em cima, da esquerda para a direita, os anos e as situações das declarações. Se o IR deste ano estiver OK, sem falhas, aparecerá “Em fila de restituição”. Isso significa que os dados enviados pelo contribuinte estão corretos e ele deverá receber a restituição conforme o calendário de pagamentos.

Restituição na conta

Quem declarou o IR nos últimos dias e não se enquadra nas prioridades legais receberá a restituição apenas no final do calendário. Tem direito de receber antes a grana o contribuinte acima de 60 anos, quem é portador de deficiência ou de doença grave ou se a principal fonte de renda for o magistério. Ao restante, ‘fila normal’.

Veja o calendário de 2021

Lote Data do depósito
1º 31 de maio
2º 30 de junho
3º 30 de julho
4º 31 de agosto
5º 30 de setembro

E se houver erro?

O trabalhador é informado pela Receita que caiu na malha fina
O próprio órgão federal informa qual o motivo de a declaração ter caído na malha. Para receber a restituição, é preciso corrigir o erro

Como fazer a Declaração retificadora

Entrar no programa do IRPF 2021. Baixe uma nova versão no site da Receita ou atualize o seu programa do computador. A atualização é automática, quando se abre o programa. Informe o número do recibo da declaração entregue, se for o caso. Abra a ficha que deseja corrigir e faça a alteração dos dados. Confira se tudo está correto e, à esquerda, clique em “Entregar declaração”. Pronto. O documento será enviado novamente.

Caso você tenha atrasado a entrega ou tenha algum outro problema com sua declaração, consulte a Escrital.

Fonte: Receita Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba dicas valiosas para seu negócio semanalmente

    Recommended
    O presidente Jair Bolsonaro sancionou, na tarde desta quarta-feira (2),…